Foi no passado dia 20 de maio que a aventura começou. A nossa turma de química do 12º ano, da escola Básica e Secundária de D. Dinis, partiu em direção a S. Miguel, uma das nove ilhas do arquipélago dos Açores. Estávamos todos entusiasmados e ansiosos por pisar o território açoriano. O que não sabíamos é que a visita iria superar quaisquer expectativas que pudéssemos ter.

Ponta Delgada foi a cidade que nos acolheu. Uma vez lá, o pouco tempo livre de que dispúnhamos era aproveitado para conhecer os encantos desta magnífica cidade, estabelecendo assim um contacto mais profundo com a cultura micaelense e fomentando uma maior proximidade entre professores e alunos. Esta visita de estudo permitiu ainda a aplicação de conteúdos lecionados nas aulas, constituindo assim uma mais-valia para a apreensão dos mesmos.

No primeiro dia da visita à ilha explorámos uma grande parte dos locais mais emblemáticos desta terra. É de destacar a visita à deslumbrante Lagoa do Fogo, às instalações e plantações do Chá Gorreana, um produto tipicamente açoriano, às impressionantes Furnas, onde pudemos testemunhar o poder geotérmico do interior da terra e provar o tão famoso cozido confecionado com recurso a este calor, e ainda a visita ao Parque Terra Nostra, um belo e surpreendente lugar repleto de biodiversidade. Ainda no parque foi possível disfrutar da piscina de água férrea, uma experiência única e definitivamente marcante em cada um de nós.

No dia seguinte, foi tempo de conhecer mais um produto da região: o ananás. Pudemos conhecer uma plantação de ananases e observar as várias fases de maturação deste delicioso fruto. Posteriormente, fomos envolvidos em mais um cenário divinal. A Lagoa das Sete Cidades é, sem dúvida, um local deslumbrante.

Passados dois dias de intensa descoberta, a hora de voltar tinha chegado. Esta visita de estudo ficou caracterizada pela imensa beleza do meio envolvente aliada à história e cultura fascinantes dos vários locais visitados. É com certeza que afirmo que todos nós, alunos e professores, ficámos rendidos a S. Miguel e a tudo que esta ilha tem para oferecer.

Beatriz Campos, 12º B