No passado dia 26 de fevereiro, decorreu, numa sala da Escola Básica e Secundária D. Dinis, com início pelas 15h15, uma palestra com um prestigiado poeta e escritor de seu nome Daniel Gonçalves.

Numa palestra esclarecedora e com uma pitada de divertimento, na qual esteve presente o seu antigo professor de 12.º ano, Dr. António Oliveira, o poeta Daniel Gonçalves teve a oportunidade de nos falar um pouco do seu “Pequeno livro de elegias”.

Nascido em Wetzikon, na Suíça, Daniel Gonçalves veio para Portugal aos 8 anos de idade, tendo-se a família radicado em Santo Tirso. Estudou no Seminário do Bom Pastor, em Ermesinde, na Escola Básica e Secundária D. Dinis, em Santo Tirso, e na Universidade do Minho, em Braga, onde concluiu a Licenciatura em Ensino de Português.

Segundo o autor, este pequeno livro de elegias aconteceu para “suportar o desgosto da partida de Bernardo Sassetti. Apesar de a sua música nos confortar para sempre, não deixa de ser um futuro que se interrompe. Assim, como assim, o fim vertiginoso de poetas, que não suportaram o peso da vida. Estes poemas, apesar de divididos em duas partes, formam um círculo elegíaco, dizendo do que ficou e do que sempre permanece, quando nos libertamos da lei da morte.”

Autor de diversas obras, onde se destacam “Antologia de poesia dos alunos das residências universitárias da Universidade do Minho”, “Afetos das palavras”, “Poemas do tempo claro das coisas (sussurrados de novo)“, entre outras, foi também premiado em variadas ocasiões, onde se evidenciam o Prémio de Poesia Manuel Alegre, em 2010, e o Prémio Humanidades “Daniel de Sá” (Menção Honrosa), em 2014.

O poeta conseguiu cativar os alunos para a leitura e deu também a conhecer a sua humildade espontânea.

Mariana Maia, 10.º E